VII ENID & V ENFOPROF
VII Encontro de Iniciação à Docência da UEPB & V Encontro de Formação de Professores

Competências para formar professores no Brasil: contribuições e desafios

Campina Grande - PB, em 08 de novembro de 2019
Submeta seu trabalho

Submeta seu trabalho na área do participante. Caso não tenha feito sua inscrição ainda, clique aqui.

Período de Submissão

Os trabalhos serão submetidos por sua área de participantes até a data: 19/10/2019

Módulo de submissão

Os trabalhos poderão ser enviados na modalidade pôster. Confira as normas.

Conheça nossos grupos de trabalho

Os grupos de trabalho foram organizados de acordo com os subprojetos vinculados aos programas Pibid e Residência Pedagógica da UEPB.

Grupos de Trabalho

O GT aborda as reflexões acerca do ensino de Biologia na educação básica na perspectiva da formação de professores, tendo como proposta a utilização de estratégias didáticas diversificadas na abordagem dos conteúdos em aula e os relatos de experiências de ensino e atuação docente na educação básica.
Objetiva compreender a formação de professores de Educação Física, a partir do cotidiano escolar e suas interfaces com os currículos das licenciaturas em Educação Física no Brasil. Discute, ainda, as diretrizes nacionais em consonância com os Projetos Pedagógicos das escolas, e estabelece uma relação da escola com a pesquisa para a formação do professor de Educação Física.
Este GT discute abordagens da Filosofia com interface no campo da Educação, bem como os métodos e as metodologias do Ensino de Filosofia, fundamentados nas práticas e nas teorias voltadas para o exercício do trabalho docente.
Esse GT tem por objetivo socializar atividades desenvolvidas por bolsistas e supervisores dos subprojetos de Física do Pibid, Residência Pedagógica e professores de Física da Educação Básica, acerca das diversas abordagens metodológicas por eles desenvolvidas nas escolas e os reflexos dessas para a sua formação docente.
Este GT objetiva refletir sobre a formação inicial para o ensino de Geografia, os saberes do professor, o seu papel e as práticas de ensino de Geografia, enfocando o referencial teórico-prático das metodologias de ensino, as tecnologias, linguagens e recursos didáticos aplicados ao ensino de Geografia.
Neste GT pretendemos realizar discussões sobre aquisição de competências e habilidades demandadas para o desempenho docente nos níveis fundamental e médio. Dessa forma, esperamos contemplar reflexões teóricas associadas às práticas de aula de História possibilitando o levantamento de problematizações sobre os conceitos de história, historiografia, educação, cidadania e ensino de história. Além disso, pretendemos discutir as possibilidades das novas linguagens no ensino de História, os recursos didáticos; os construtores de subjetividades e finalmente a refletir sobre as temáticas que envolvem a elaboração de oficinas didáticas.
Este GT congrega trabalhos com foco no complexo processo de ensino-aprendizagem de espanhol-língua estrangeira e seus desdobramentos: formação de professores; o papel do lúdico; tecnologias mediadoras; estratégias; ferramentas; políticas linguísticas; análise, seleção e confecção de material didático, dentre outros.
A busca por caminhos que conduzam a uma prática docente efetiva perpassa pela necessidade de momentos de reflexão sobre o próprio fazer docente. Tomando como base esta atitude importante e necessária para o profissional da educação, mais especificamente o professor de língua inglesa, este grupo visa proporcionar momentos de discussão acerca das experiências de professores desta disciplina, considerando a relação entre prática docente e sua construção identitária.
Esse GT tem como objetivo congregar discussões em torno do ensino de língua e literatura no contexto da relação entre as teorias estudadas no âmbito acadêmico e a prática docente efetivada nas escolas de Ensino Fundamental e Médio. Norteamos nossas discussões a partir de uma perspectiva sócio-interacionista e da estética da recepção. Desse modo, discutiremos os processos de leitura, letramento literário e escrita num ambiente escolar que permita a formação dos alunos para o pleno exercício da cidadania. Compreendemos que a escola precisa prepará-los para interagir na sociedade de forma crítica e transformadora. Isso exige pensar esses três processos no universo interdisciplinar, no qual efetivamente leitores e escritores estão inseridos e interagem através da linguagem. Assim, esse GT acolhe trabalhos voltados para o ensino de língua e literatura na escola com foco na leitura, letramento literário e escrita, e para o redirecionamento do ensino de gramática, no sentido de que o ensino desta disciplina ultrapasse os limites da frase isolada para a abordagem da gramática contextualizada.
Os subprojetos de Matemática da UEPB vêm realizando atividades que envolvem conhecimento do ambiente escolar e seu funcionamento, aplicação de estratégias de ensino, desenvolvimento de metodologias, investigações, oficinas, minicursos e seminários utilizando inovações tecnológicas com o objetivo de aperfeiçoar o processo formativo dos professores em matemática e contribuir com o aumento do nível de aprendizagem dos alunos da escola pública nesta área. Desta forma, o GT, pretende abrigar trabalhos e discussões que envolvam a reflexão sobre estas e outras experiências ligadas a docência em Matemática.
Esse GT propõe uma revisão das áreas do conhecimento e seus reflexos sobre o processo de ensino-aprendizagem, tendo a interação professor-aluno como norteador da aprendizagem. Ao compreender a escola como um espaço de construção coletiva, discute o projeto político pedagógico como princípio norteador das práticas de ensino. Amplia o debate sobre os projetos e programas educacionais desenvolvidos nas escolas voltados para a melhoria da qualidade dos processos e índices educacionais.
Este GT tem como objetivo ampliar o debate em torno da temática sobre as diferentes possibilidades de atuação docente na área de Química. Envolve as práticas de investigação voltadas para a implementação de inovações educacionais no Ensino de Química, sobretudo, que visam a promoção da educação química para a cidadania, a inserção de jogos e atividades lúdicas no ensino e no uso novas tecnologias da informação para a docência.
A proposta deste GT inclui os estudos sobre os saberes e práticas que se conectem pela perspectiva descrita pelos sujeitos revelando o dia a dia do cotidiano escolar. A vida escolar é permeada por interações, tarefas, produção do conhecimento, normas e vivências. Na tentativa de delinear as funções e os sentidos da escola objetiva-se destacar os trabalhar que discutem a formação docente revelando as interfaces que envolvem este processo.

VII Encontro de Iniciação à Docência da UEPB & V Encontro de Formação de Professores

Competências para formar professores no Brasil: contribuições e desafios